sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

VERGONHA NÃO, É FALTA DE VERGONHA PARA O GOVERNO DILMA: Governo federal vai cortar Programa Farmácia Popular e tirar dinheiro de UPAs e Samu

A fonte secou e, em 2016, não haverá dinheiro suficiente para manter importantes serviços gratuitos de saúde no país: o programa Farmácia Popular e os procedimentos de alta e média complexidades. O Ministério da Saúde vai acabar, já no início de 2016, com o “Aqui tem Farmácia Popular” — uma parceria com grandes redes de drogarias, que oferece descontos de até 90% em remédios. Além disso, avisou que, no último trimestre do ano que vem, não terá mais dinheiro para fazer repasses a estados e municípios.

Na prática, a União terá verbas para repassar às Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e ao Serviço Móvel de Urgência (Samu) somente até setembro. O corte de R$ 3,8 bilhões afetará ainda cirurgias eletivas, internações, hemodiálises — em centros médicos conveniados ao Serviço Único de Saúde (SUS), hospitais universitários e unidades da Santa Casa.

No caso do Farmácia Popular, apenas as 460 unidades próprias do governo, que distribuem remédios de graça, serão mantidas. Neste caso, o corte será de R$578 milhões. O programa foi criado em 2006 para a compra de remédios contra colesterol, Parkinson, diabetes, glaucoma e osteoporose, além de anticoncepcional.

O corte do governo federal se materializou na proposta de Orçamento enviada ao Congresso Nacional. Mas o Executivo aposta em emendas parlamentares para tentar recompor, em parte, o rombo na Saúde. A ideia é pretende pressionar os parlamentares a aprovar a medida que destinaria ao setor recursos oriundos do DPVAT (reservados para pagar indenizações em casos de acidentes de trânsito).

Por enquanto, foram preservados os gastos com a compra de vacinas e medicamentos. Até 2015, o total destinado à Saúde era equivalente ao que foi desembolsado no ano anterior, mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB), isto é, R$ 103,7 bilhões. Agora, o governo terá de reservar 13,5% das receitas correntes líquidas, ou seja, R$ 100,2 bilhões.

NOTA DO BLOG: Agora, perguntamos a você amigo leitor, o que o governo Dilma está pretendendo fazer com o nosso povo, como o nosso país? é um escândalo atras de outro sendo revelado envolvendo o seu partido, o PT, e a presidente sempre se esquivando que não sabe de nada. E ai pra completar, na hora de fazer corte de gastos vai cortar o farmácia popular, um programa tão benefico, que, aqui em nossa cidade de Angicos, por exemplo, tem duas farmacias que distribuem medicação gratuita para hipertensos, diabéticos entre outras doenças crônicas que afetam a nossa população. 

Será que não teria outra alternativa para ser cortada? claro que teria meus amigos, é só falta de vontade. è que é mais fácil tirar dos pobres do que dos grandes, essa é a lei que vale em nosso país. Como diz o primeiro titulo dessa matéria não é vergonha não essa atitude do governo federal, é falta de vergonha mesmo.

0 comentários:

Postar um comentário

MENSAGEM DE GRIMALDI E FAMILIA

MENSAGEM DE GRIMALDI E FAMILIA

Patrocinador

Patrocinador
Teodoro Guincho. Assistência 24 horas. contatos: (84) 9 9965 - 1032/ 9 9425 - 0377

Patrocinador

Patrocinador
Terra-Bit

Total de visualizações

Arquivo do blog

Seguidores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *