domingo, 13 de dezembro de 2015

movimento a favor e contra a saída de Dilma vão as ruas em todo o país

Desde que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), aceitou o pedido de impeachment contra Dilma Rousseff no último dia 2, movimentos pró e contra a deposição da presidente da República se organizam para tentar animar as mobilizações de rua. 

A primeira temperatura da força que as manifestações podem ter vai ser medida neste domingo. Os três principais movimentos anti-Dilma (Vem Pra Rua, Revoltados Online e Movimento Brasil Livre) vêm de manifestações frustradas nos últimos meses e apostam numa mudança de cenário motivada pelo efeito prático de o impeachment ter começado a ser analisado no Congresso Nacional.       

Em Natal, o ato está sendo convocado para às 15h, na avenida Hermes da Fonseca, em frente ao shopping Midway Mall. No entanto, os organizadores mudaram a estratégia da manifestação. Todas as já realizadas foram em caminhada, dessa vez o ato será fixo.

“Vamos  colocar um trio elétrico em frente ao shopping Midway e vamos dar voz para todos que são favoráveis ao impeachment”, disse Karol Diniz, um dos organizadores do movimento.

Ele destacou que todos os políticos, deputados, vereadores, senadores, prefeitos, que são favoráveis ao impeachment estão sendo convidados. “Vamos dar voz a quem está ao nosso lado. Temos agora um processo concreto e dependemos do voto deles (deputados federais e senadores)”, disse Karol Diniz. Ele afirmou que para manifestação desse domingo os movimentos levarão um boneco inflável representando o ex-presidente Lula, boneco que ficou conhecido como pixuleco, e tem 10 metros de altura. 

A expectativa dos organizadores é reunir entre 15 e 20 mil pessoas neste ato na capital potiguar. O evento está sendo organizado pelos movimentos Vem Pra Rua, Brasil Livre, Força Democrática, Vermelho Nunca Mais e Resistência Anti-PT. Em todo Brasil estão sendo organizados atos semelhantes a esse em 110 cidades.

Políticos de oposição, especialmente do PSDB e do DEM gravaram depoimentos em vídeo chamando para a manifestação do domingo. A grande maioria das manifestações foram gravadas para o Vem Pra Rua, considerado o movimento de perfil mais moderado dos três. Os políticos repetem as palavras "fundamental" e "importante" para classificar a participação das pessoas em uma estratégia para tentar recuperar o público das manifestações de impacto do início do ano, que se afastaram das ruas nos últimos meses.

PRÓ PT

Já os defensores da presidente Dilma Rousseff programam para a próxima quarta-feira manifestações em todos os Estados. Em Natal, haverá o ato em defesa do mandato da presidente também será em frente ao Midway Mall. Devem participar sindicalistas da Central Única dos Trabalhadores, petistas e militares do PcdoB.    

Na semana passada, a senadora Fátima Bezerra (PT) usou a tribuna do Parlamento para convocar as pessoas a participarem do ato. 

A senadora destacou o que considera como“o grande ato contra o golpe”, organizado pela CUT, UNE, MTST e outros movimentos sociais em defesa do governo da presidente Dilma Rousseff e da democracia. 

“É o dia em que, mais uma vez, os homens e as mulheres de bem deste país irão às ruas para manifestar repúdio ao processo de impeachment. Golpe, pelo amor de Deus, nunca mais. Contamos com todos aqueles que têm apreço e zelo pela democracia, para formarmos uma frente forte, em defesa da legalidade democrática e para garantir a soberania popular, respeitando os 54 milhões de votos que a Presidenta Dilma teve”, afirmou Fátima Bezerra, na tribuna do Senado. 

Oposição 

Enquanto isto, políticos de oposição, especialmente do PSDB e do DEM gravaram depoimentos em vídeo chamando para a manifestação do domingo. A grande maioria das manifestações foram gravadas para o Vem Pra Rua, considerado o movimento de perfil mais moderado dos três. Os políticos repetem as palavras “fundamental” e “importante” para classificar a participação das pessoas em uma estratégia para tentar recuperar o público das manifestações de impacto do início do ano, que se afastaram das ruas nos últimos meses.

“Vamos juntos às ruas, lutar pelas mudanças que o País tanto necessita. Sua presença é muito importante. Vamos juntos escrever a historia do Brasil”, diz o senador tucano José Serra (SP) - apesar da decisão do PSDB de apoiar o impeachment, nas páginas oficiais das redes de Aécio Neves, presidente nacional da legenda, e do ex-presidente Fernando Henrique não há mensagens de convocação para a manifestação do domingo

0 comentários:

Postar um comentário

MENSAGEM DE GRIMALDI E FAMILIA

MENSAGEM DE GRIMALDI E FAMILIA

Patrocinador

Patrocinador
Teodoro Guincho. Assistência 24 horas. contatos: (84) 9 9965 - 1032/ 9 9425 - 0377

Patrocinador

Patrocinador
Terra-Bit

Total de visualizações

Arquivo do blog

Seguidores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *